segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

[Especial] 25 Anos de Os Simpsons

Em 19 de abril, Os Simpsons fez 25 anos desde o lançamento de seus curtas-metragens quase no final dos anos 80, no programa The Tracey Ullman Show. Esse post, é um post atrasado, mas nem tanto, pois hoje, Os Simpsons fazem 24 anos desde a exibição de seu próprio programa, e desde então, está sendo exibido.

Os Curtas no The Tracey Ullman Show
Primeira versão d'Os Simpsons
Matt Groening, criador d'Os Simpsons, teve a ideia de cria-los enquanto estava na sala de espera do produtor James L. Brooks.
O desenho então foi exibido em forma de curta-metragem de 1 minuto no programa The Tracey Ullman Show. Seu primeiro curta foi "Boa Noite". Então foram exibidos mais de 48 curtas. Os dubladores continuam até hoje no desenho: Dan CastellanetaJulie Kavner, Nancy Cartwright, Yeardley Smith, e Hank Azaria e Harry Shearer entrarão no elenco logo depois. Veja os curtas postado por um canal do YouTube que só posta os curtas dos Simpsons.
Os traços do desenho eram toscos e mal feitos, mas eu acho legais.

De 1989 até os dias de hoje

Os Simpsons acabaram indo para o canal Fox. Os dubladores que já eram desde os curtas do Tracey Ullman Show, continuaram na série, além de Hank Azaria e Harry Shearer terem entrado para a dublagem. A abertura da série é cheia de gags: Começa com Bart escrevendo algo na louça que mudava a cada episódio, e depois pulamos para Homer saindo da Usina Nuclear; Marge e Maggie no supermercado, onde Maggie acaba passando pela caixa registradora, o preço que deu foi $847, 63; em 1989, era o valor anual médio gasto para se criar uma criança nos Estados Unidos; logo em seguida vemos Lisa tocando saxofone na escola, mas é expulsa da aula por estar tocando uma nota diferente (que mudava a cada episódio). E então os Simpsons se reúnem no sofá para ver televisão, mas como sempre algo inusitado acontece (Couch Gags); a abertura toda seguida pela música composta por Danny Elfman. Notáveis Couch Gags sãos a a evolução de Homer, como surgiu o famoso sofá da família, ou a polêmica abertura da Coreia do Sul.

Em 17 de dezembro de 1989, é exibido o episódio Simpsons Roasting on an Open FireHomer descobre que ele não vai ter um bônus de Natal, e assim, a família não tem dinheiro para comprar presentes de Natal. Ele decide manter seus problemas financeiros um segredo e consegue um emprego em um shopping, como Papai Noel, mas depois descobre que o trabalho não paga o suficiente. Desesperado por um milagre, Homer e Bart vão para a pista de corridas de cachorro na véspera de Natal , na esperança de ganhar algum dinheiro. O episódio recebeu crítica positivas, teve uma boa audiência boa, e foi nomeado para dois Emmy Awards em 1990.

A intenção da equipe era fazer o formato do desenho no estilo da Hanna-BarberaWarner Bros. (Looney Tunes), Disney; e ao longo desse tempo, os personagens foram ganhado melhor movimentação, os detalhes do pano de fundo ficaram melhores, sem contar os episódios dos Simpsons são todos desenhados a mão, nada de computação gráfica; se bem que demoram 6 meses para fazerem um episódio também...
Simpsons no Rio de Janeiro
Ao longo das temporadas, foram exibidos vários episódios engraçados (é claro), e alguns polêmicos, como o já bastante conhecido episódio onde os Simpsons vem ao Brasil, mais precisamente ao Rio, onde Lisa quer ajudar um garoto pobre. Nesse episódio, temos de tudo: Macacos nas favelas, Homer sendo assaltado por bandidos, ratos infestando as ruas, mas foram pintados para decorar o local, programas infantis muito vulgares, com dançarinas semi-nuas, as pessoas dando embaixadinhas com todos os objetos...Enfim, os produtores pediram desculpas pelas forma que o Brasil foi retratado no episódio. Mas mesmo assim, eles ainda brincaram, quando, acho que o Bart diz que o problema com os macacos aumentaram.
Tirando a parte dos programas infantis que eram meio obscenos, o resto não concordo muito não.

Mas um dos episódios mais geniais foi o de 2 partes, Quem Matou o Sr. Burns?! A primeira parte era o episódio final de 6ª temporada, e a segunda parte era o primeiro episódio da 7ª temporada. Ao longo desse tempo, lançaram um concurso para ver que conseguiria acertar quem foi o assassino do sr. Burns (só pra constar, quem foi que atirou nele, não o matou, o ancião ainda tá vivo até hoje). No final, ninguém do mundo inteiro descobriu, a pessoa que matou o sr. Burns foi a menos suspeita de todas, de todos os habitantes de Springfield (Springfield da série, pois existe outras cidades com o mesmo nome!). Procure o episódio (e vai encontrar fácil), e descubra quem foi (talvez alguém já até lhe tenha digo, mas foda-se, o episódio é muito bom de ver e re-ver).
Ainda a outros episódios, como a paródia do filme Pulp Fiction, que é 22 Curtas sobre Springfield; Ou o "perturbador episódio banido".

Episódios parodia Disque M para Matar,
Madrugada dos Mortos
, e tem até musical.
Outra coisa que marca Os Simpsons, é o especial de Halloween que começou na segunda temporada (1990): Treehouse of Horror, ou A Casa da Árvore dos Horrores aqui no Brasil. Esses especiais não são canônicos, ou seja, os acontecimentos das três histórias (quatro contando com a abertura), não tem nenhuma ligação com os acontecimentos dos episódios normais. Esse especial virou virou então anual, sempre exibido na noite de Halloween (apesar dos últimos terem sido lançados depois do feriado por causa dum contrato com a Fox), onde parodiam ou homenagem algum filme de ficção cientifica, terror, suspense, mas de uma forma sangrenta, bizarra, e engraçada; por exemplo, notáveis episódios são Treehouse of Horror V, onde fazem uma paródia de O Iluminado, considerado por críticos um dos melhores episódios da série; ou é descoberto que Marge teve um caso com Kodos (ou Kang, não lembro, mas são 2 aliens que aparecem sempre nos especiais), e eles tiveram a Maggie, só que Marge escondeu esse acontecimento para Homer. No final ainda vemos Maggie com tentáculos invés de pés! Ainda tem um episódio onde Homer é levado a outra dimensão em estilo 3D, e depois vem ao nosso mundo!
Depois de 18/20 anos e ter o roteiro re-escrito por 166 vezes, Os Simpsons ganharam o seu próprio filme lançado nos cinemas em 2007. O filme teve uma ótima bilheteria, e recebeu aclamação pela crítica. Eu assisti esse filme nos cinemas, e foi ai que eu comecei a adorar a série. O filme é ótimo, muito engraçado, inusitado demais, apesar do Rafael_Tekken (dono do blog), ter achado o filme parecendo mais episódico...Mas tudo bem. Recentemente, eu tinha assistido um episódio dos Simpsons, mas peguei pela metade, enfim, nele, um homem tenta se vingar da cidade de Springfield, e decide aprisiona-los dentro de uma cúpula (a cidade fica presa dentro de uma cúpula no filme, e só a família Simpson consegui sair), até que Lenny diz que já fizeram isso no filme, e o Carl ainda fala que eles podiam ter cavado por baixo para sair da cúpula! Eles brincam com eles mesmo; quase como brincar com a Fox, que acontece em vários episódios (como o horrível satélite do canal).

Ao longo dos anos, na série aconteceu muitos imprevistos: 
muitos problemas envolvendo negociações de salários com os dubladores, como em 1998, os atores se envolveram em uma das maiores disputas com o estúdio até hoje. Executivos chegaram a se preparar para realizar sessões-teste para novas contratações, mas Matt Groening ficou do lado dos atores e os ajudou a brigar por um aumento de salário. Com o crescimento da popularidade e, consequentemente, lucros de Os Simpsons, em 2004 surgiu uma nova disputa entre dubladores e estúdio. O mesmo aconteceu novamente em 2008 e, mais recentemente, em 2011. Mas a série já foi renovada para mais duas temporadas e está garantida irá até 25ª - quando chegará a incríveis 559 episódios!
A série foi escolhida pela revista Time, como a Melhor Série do Século 20, em 31 de dezembro de 1999.
A morte da esposa de Ned Flanders, Maude, que despencou da arquibancada de um estádio por culpa do Homer (11ª temporada), foi porque a atriz Maggie Roswell, que fazia a voz da personagem, queria mais dinheiro para continuar a dublagem. Então, ela foi despedida, os produtores deram um grande final para Maude.
Phil Hartman, dublador do terrível advogado Lionel Huntz e o astro de cinema Troy McClure,
tinha se divorciado duas vezes antes de se casar Brynn Omdahl em 1987, o casal teve dois filhos juntos. No entanto, seu casamento foi fraturado, devido em parte ao uso de drogas de Brynn. Em 28 de maio de 1998, Brynn atirou e matou Hartman enquanto ele dormia em sua Encino, Los Angeles, em casa, em seguida, cometeu suicídio horas depois. Nas semanas seguintes a sua morte, Hartman foi comemorado em uma onda de tributos.
Marge já saiu na capa da Playboy americana em 2009, para comemorar 20 anos da série.
A série já ganhou 27 prêmios Emmy, 26 prêmios Annie e uma estrela na Calçada da Fama em Hollywood!
A série também já teve participações de vários artistas desde as primeiras temporadas (de bandas e cantores a ídolos famosos), talvez sendo o programa com mais participações especiais até hoje.
O famoso bordão do Homer, "D'oh!", faz parte do dicionário de língua inglesa Oxford decidiu adicioná-lo como verbete oficial - evidenciando o grande impacto cultural do seriado na sociedade.
Atualmente tem 24 temporadas, é o desenho com mais tempo no ar até, e até exibido no horário nobre, ultrapassando Os Flintstones. Mesmo muitos dizendo os episódios atuais (como da 23º temporada), tem sido fracos, eu não acho, Os Simpsons, ainda continua sendo um desenho ótimo engraçado, cômico, que satiriza várias coisas e assuntos da cultura pop, faz até críticas a várias outras coisas, e enfim, é uma série excelente.

Que Venha a 25ª Temporada!

Posts relacionados: Nerdologia #24: Famílias da Cultura Pop
Facebook Twitter